Notícias Corporativas

Mercado de PCs registra declínio de 6,3% em 2023

Com a indústria de PCs enfrentando seu sexto ano consecutivo de retração, as empresas estão buscando alternativas inovadoras para otimizar suas operações e manter a competitividade no mercado. Nesse cenário desafiador, o outsourcing de Infraestrutura de TI tem emergido como uma solução estratégica para organizações de todos os tamanhos. Esse é o caso da Arklok, um dos maiores players desse segmento no Brasil. A empresa registrou um aumento de 62% na locação de notebooks e computadores nos últimos cinco anos.   

Em paralelo à alta procura por locação de computadores e notebooks, a venda de PCs fechou os três primeiros meses de 2023 com resultados negativos, tanto em unidades vendidas quanto em faturamento. No período, foram comercializados cerca de 1,86 milhão de computadores, uma queda de 6,3% em relação ao mesmo período de 2022. Em termos de receitas, os meses de janeiro, fevereiro e março deste ano geraram cerca de R$ 6,8 bilhões, uma retração de 24% na mesma comparação. Os dados são do estudo IDC Brazil PCs Tracker 1Q2023, da IDC Brasil.  

“Durante o período, crescemos em média 57% e entramos em 2023 com um backlog de R$ 1 bilhão de contratos fechados. São mais de 1.000 clientes corporativos e mais de 300 mil itens alocados. Quando filtramos os equipamentos mais procurados, os notebooks e computadores com certeza são o destaque’’, compartilha Andrea Rivetti, CEO da Arklok. 

Além da valorização do setor de outsourcing de TI, que deve alcançar o montante de US$ 425,19 bilhões até 2026, o estudo divulgado pela Statista indica que 64% das empresas já terceirizam toda a sua estrutura de tecnologia. 

“Costumamos dizer que locar é melhor que comprar e é exatamente isso o que os números e o mercado demonstram. Nossa expectativa é que a terceirização desses serviços conquiste ainda mais espaço no mercado empresarial nos próximos anos, considerando também os pequenos e médios empresários’’, explica Andrea. 

Atualização na forma como pessoas e empresas consomem  

Entre as razões que seguem impulsionando a queda do setor de vendas de computadores, a mudança na forma como as pessoas utilizam equipamentos tecnológicos pode ser uma explicação. Para a maioria dos consumidores, de acordo com o Gartner, o uso de computadores segue caindo em desuso, a partir de uma preferência cada vez maior por celulares e notebooks.  

Além da preferência por equipamentos mais práticos, a preocupação com atualizações de sistema, manutenção e gestão da infraestrutura de TI é uma preocupação recorrente para as empresas. Assim como naturalmente as pessoas e negócios passaram a considerar enquanto uma grande vantagem a assinatura de serviços em vez da compra de produtos, o outsourcing de TI também está incluso nessa tendência.  

“Nos últimos três anos vimos mudanças significativas no mercado. Hábitos de consumo mudaram e novos produtos e soluções emergiram. Com certeza o outsourcing de infraestrutura de TI é um grande aliado de pequenas e grandes companhias que enfrentam os desafios de empreender em meio aos altos preços dos itens de tecnologia. Esses números de mercado só endossam esse movimento’’, finaliza Andrea Rivetti.  

%d blogueiros gostam disto: