Notícias Corporativas

Uva híbrida produz vinho em qualquer estação

A IAC Ribas é uma uva branca híbrida, fruto do cruzamento entre as cultivares Syrah e Seibel que, desde 2021, que tem por características os cachos com boa conformação e de tamanho médio, bagas redondas, além de sabor neutro bom e coloração levemente âmbar vem crescendo na preferência dos produtores.

Com alto teor de sólidos solúveis, ótima fertilidade de gema e facilidade de manejo de cachos, os produtores de Jundiaí, Jarinu, Bragança Paulista e Indaiatuba já estão comercializando vinhos produzidos com essa cultivar. “O cultivo da IAC Ribas vem crescendo anualmente conforme a disponibilidade de material propagativo, como porta-enxertos, enxertos, mudas”, explica José Luís Hernandes, produtor. “A procura tem sido maior que a oferta de maneira que o plantio deverá continuar aumentando nos próximos anos. Quanto ao vinho, como a quantidade ainda é pequena vende tudo rapidamente o que indica que a produção também deverá continuar crescendo”.

O vinho tem surpreendido pela qualidade que tem apresentado em todas as avaliações sensoriais, mostrando que a variedade é bastante versátil, podendo ser produzida tanto em safra de verão quanto de inverno, produzindo as bebidas com características distintivas de cada estação.

O 6º Encontro Enoconexão que aconteceu no começo de novembro proporcionou uma experiência única a um público selecionado: a análise sensorial de vinhos da IAC Ribas. “A experiência que proporcionamos no Encontro Enoconexão deste ano contou com a participação de produtores que já estão relativamente estabelecidos com a variedade e com profissionais da área da enologia do Brasil, Chile e Espanha”.

O objetivo foi realizar uma avaliação da qualidade dos vinhos que estão sendo produzidos, relacionando com as práticas de manejo dos vinhedos e processos técnicos utilizados na produção dos vinhos. “Resumidamente foram avaliados: vinhos oriundos de cultivos convencionais e alta aplicação de tecnologia enológica; os anteriores tanto produzidos em safra de verão quanto de inverno; vinho oriundo de cultivo convencional e intervenção enológica mínima,  de safra de verão; vinhos oriundos de cultivo agroecólogico e intervenção enológica mínima tipo clássico (sem uso de madeira) e com uso de carvalho francês na fase de maturação dos vinhos; e vinho oriundo de cultivo convencional e alta intervenção enológica elaborado como vinho base para produção de espumante.

As uvas são produzidas nos municípios de Bragança Paulista, Indaiatuba e São Roque e, de acordo com Hernandes, todos os vinhos analisados apresentaram padrões de qualidade desejados, sendo alguns até excepcionais, com uma ou outra sugestão pelos profissionais que avaliaram para obter melhores resultados ainda.

Sobre o Encontro Enoconexão

O Encontro Enoconexão foi criado em 2018, com o objetivo de ser um instrumento sociocultural de promoção de informações técnicas e gratuitas de produção, manejo e vinificação a entusiastas da sociedade, representantes e profissionais da Enologia e da Viticultura.

O projeto surgiu a partir de uma significativa necessidade de resgate cultural da vitivinicultura, primeiramente percebida em Jundiaí (SP), como as demais cidades do Circuito das Frutas e as regiões de Jales, São Roque e São Miguel Arcanjo.

%d blogueiros gostam disto: