Notícias Corporativas

Cresce expectativa de empresários da Indústria da Construção

Segundo dados do mais recente relatório Sondagem da Indústria da Construção, feito pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), houve melhora nas expectativas do setor no último mês. Os índices de expectativas se referem ao otimismo dos empresários da construção para os próximos seis meses.

O índice de expectativa para novos empreendimentos cresceu em 1,6 ponto em relação ao mês anterior (setembro), chegando a 53,7 pontos. Já a expectativa de crescimento do número de empregados na indústria da construção cresceu 1 ponto, atingindo 53,1. 

Para efeito de comparação, em outubro do ano passado o índice de expectativa de novos empreendimentos estava abaixo de 50, que é considerada a “linha divisória” da confiança pela CNI. Segundo a confederação, durante a maior parte de 2023, o indicador esteve acima de 50 pontos, apontando confiança dos empresários no crescimento do setor neste ano.

Gleison Pinheiro é diretor da SOCORRO SERVIÇOS, que atua prestando serviços de desentupidora de esgoto, e conta que a atuação da empresa no setor da construção civil refletiu o otimismo dos empresários reportado pela CNI. 

“Aumentamos nossas parcerias com empresas de construção civil no segundo semestre, principalmente com os serviços de pós-obras. Mesmo com a expectativa de crescimento do número de empregados no próprio setor, as construtoras têm buscado terceirizar os serviços de desentupimento de encanamentos”, detalha o especialista.

Outro dado da sondagem da CNI que refletiu na atividade de Pinheiro foi a falta ou alto custo de trabalhador qualificado, reportado pelos empresários como um dos principais problemas enfrentados pela Indústria da Construção, com um índice de 23,3%. Há dois anos, este problema apresenta aumentos sucessivos, segundo a CNI.

“Há serviços muito específicos nos pós-obras e dificilmente as construtoras conseguem um quadro de funcionários qualificados para desempenhar todos eles, resultando nesse índice”, conta Pinheiro. “Um exemplo desses serviços é a limpeza preventiva dos encanamentos ao final da obra, para evitar que condôminos tenham problemas com entupimentos por materiais de construção na hora de fazer vistorias”.

Dificuldades com licenciamento ambiental também são apontadas pelos empresários como um dos problemas enfrentados pela indústria na construção civil, segundo a CNI. “É outro motivo pelo qual as construtoras costumam terceirizar serviços de desentupimento. Para serem feitos de maneira ambientalmente correta, há diversos cuidados a serem tomados, como impedir que os resíduos da reforma sejam direcionados para os encanamentos e fazer o descarte apropriado de materiais”, finaliza Pinheiro.

Para saber mais, basta acessar https://socorroservicos.com.br/ 

%d blogueiros gostam disto: