Política

Programa Minha Casa, Minha Vida prioriza mais vulneráveis, resultado de emenda aprovada pelo deputado Saullo Vianna

Programa habitacional relançado pelo presidente Lula destina 6.450 moradias para população de baixa renda do Amazonas

Pessoas com deficiência, idosos, bem como populações em vulnerabilidade social terão direito à prioridade de acesso ao Minha Casa, Minha Vida, lançado esta semana pelo presidente Luís Inácio Lula da Silva (PT), graças à uma emenda aprovada pelo deputado federal Saullo Vianna (União-AM). O estado do Amazonas tem 6.450 unidades habitacionais selecionadas para a Faixa 1 do programa.

A emenda do parlamentar amazonense também garantiu no programa a adaptação dos imóveis que serão destinados a grupos prioritários. “Além de assegurar reformas nas unidades do programa destinados a pessoas com deficiência e idosos, também buscamos na nossa emenda apresentada priorizar o atendimento a outros grupos vulneráveis, como vítimas de desastres naturais, famílias ribeirinhas, em situação de rua e famílias com dependentes químicos”, explicou Saullo Vianna.

Voltadas para famílias com renda mensal de até 2 salários mínimos (R$ 2.640 em valores atuais), as residências vão contemplar oito municípios do estado. “Ter uma casa é ter um ninho seu. É você saber que não tem que procurar um galho a cada primavera, que você não tem que correr a cada chuva. É saber que você tem um lugar que é seu. Ali, você vai criar o seu vasinho de flores, vai colocar seu quadro na parede”, afirmou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A capital do estado, Manaus, concentra a maior parte das novas moradias. São 4.400 unidades. Os outros municípios selecionados são Parintins (400), Tefé (400), São Gabriel da Cachoeira (400), Benjamin Constant (300), Manaquiri (200), Urucurituba (200) e Iranduba (150).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: