Notícias Corporativas

Seguro de vida é um auxílio na batalha contra o câncer de próstata

Especialistas alertam sobre as questões relacionadas à saúde masculina. Em se tratando de câncer de próstata, o mais frequente entre os homens, o número estimado de casos novos da doença no Brasil, para o triênio de 2023 a 2025, é de 71.730, o que corresponde a um risco estimado de 67,86 casos novos a cada 100 mil homens. Os dados são do Instituto Nacional do Câncer (Inca).

Com base nesse cenário, a campanha “Novembro Azul” reforça a importância de hábitos saudáveis, como a prática regular de atividades físicas, alimentação equilibrada e a redução do consumo de álcool e tabaco. Outro foco da iniciativa é despertar nos homens a importância da realização de exames regulares e preventivos do câncer de próstata, como o de sangue PSA (Antígeno Prostático Específico) e o exame de toque retal, para a detecção precoce da doença.

De acordo com o Inca, os cânceres de próstata estão associados a longevidade, fatores reprodutivos e hormonais, inatividade física, obesidade e uso de álcool, como fatores genéticos, comportamentais (sobrepeso, bebida alcoólica, obesidade, inatividade física), ambientais (exposição frequente a radiações ionizantes, no caso raio-X), entre outros. Já o risco de se desenvolver a doença aumenta com o avanço da idade. No Brasil, a cada dez homens diagnosticados com câncer de próstata, nove têm mais de 55 anos.

Seguro de vida 

Nos casos de diagnósticos de câncer de próstata, é importante fazer economias, haja vista que os custos com o tratamento da doença podem comprometer a renda familiar. Nesse caso, o seguro de vida é um grande aliado, de acordo com Carolina Ramos, diretora-superintendente da Unicred Central Multirregional. 

“Neste mês de conscientização sobre a prevenção da doença, é importante que os homens fiquem a par sobre a importância de possuírem um seguro de vida, que é um recurso financeiro destinado não só para o tratamento, bem como para proteger os filhos e a família no caso de sua falta. Os valores gastos com a compra de medicamentos, despesas médicas e hospitalares são altos”, diz. 

De acordo com a executiva, o prazo para o pagamento da indenização aos segurados ou dos beneficiários costuma ser feito em até 30 dias, após a apresentação da documentação necessária. “O dinheiro pode ser usado para complementar o tratamento coberto pelo plano de saúde, dependendo da cobertura. Também pode ser destinado à contratação de enfermeira, melhorar a estrutura da casa e, até, às viagens”.

Carolina Ramos acrescenta que no sistema Unicred, cujo percentual de homens cooperados é de 51%, o seguro de vida corresponde a 60% das contratações entre todos os seguros oferecidos pela cooperativa. “Desse universo masculino, 12% dos homens já possuem algum seguro de vida e garantem uma preocupação financeira aos seus beneficiários no caso de sua ausência”.

%d blogueiros gostam disto: