Notícias Corporativas

Paraná registra mais de 44 mil acidentes de trabalho ao ano

Somente em 2022, o Paraná teve 44.786 notificações de acidentes de trabalho. O número corresponde a 8% dos 612,9 mil registros no país, de acordo com os dados do Observatório de Segurança e Saúde do Trabalho, coordenado pelo Ministério Público do Trabalho (MPT).

De acordo com a Fundação do Asseio e Conservação, Serviços Especializados e Facilities (Facop), entre as principais causas de acidentes e doenças ligadas à atividade profissional estão a falta de treinamento e capacitação dos trabalhadores; condições de trabalho inadequadas, muitas vezes com máquinas defeituosas e ausência de equipamentos de proteção; falta de conscientização e cultura de segurança; problemas ligados à ergonomia, como posturas inadequadas ou movimentos repetitivos que podem levar a lesões musculoesqueléticas; e ambientes estressantes, que podem contribuir não apenas com lesões físicas como também com problemas de saúde mental, levando ao absenteísmo.

A adoção de boas práticas voltadas à segurança e à saúde no trabalho traz benefícios econômicos, melhoria da produtividade, maior satisfação profissional, sustentabilidade e boa imagem corporativa às organizações. Ciente desta realidade, a Facop, por meio do serviço especializado em engenharia de segurança e medicina do trabalho (SESMT Coletivo), capacita e orienta empresas e colaboradores em relação às boas práticas laborais. 

A entidade incentiva, por exemplo, os trabalhadores a praticarem o cuidado ativo, uma abordagem que visa prevenir acidentes e doenças ocupacionais por meio da conscientização e do envolvimento de todos. Desta forma, cada colaborador se torna responsável pela segurança no local de trabalho e sabe que tem um papel a desempenhar para evitar ocorrências negativas. 

O cuidado ativo é baseado em três pilares: cuidar de si, onde cada pessoa é responsável por tomar medidas para garantir a própria segurança; cuidar do outro, que envolve estar atento aos colegas e aos perigos e riscos que eles podem estar enfrentando; e se deixar cuidar, estando aberto a receber feedback e orientações de colegas e profissionais de segurança do trabalho sobre as melhores práticas de prevenção. 

Segundo o Engenheiro de Segurança do Trabalho da fundação, Silvioney Cavalheiro, a Facop tem como missão auxiliar os clientes na implementação e manutenção de programas eficazes de segurança. Isso inclui uma série de atividades, como avaliação de riscos, elaboração de novas políticas, desenvolvimento de procedimentos eficazes, treinamentos, ações de conscientização, inspeções, análises de incidentes, investigações de situações específicas, gestão, revisão e atualização de práticas voltadas à saúde ocupacional. 

“A Facop presta toda uma consultoria personalizada para atender as necessidades específicas de cada cliente na implementação e manutenção da segurança e saúde do trabalho, oferecendo conhecimento especializado, apoio técnico e prático para ajudar os clientes a manterem um ambiente de trabalho seguro e saudável. O objetivo é garantir o cumprimento das regulamentações e promover a melhoria contínua das práticas de segurança, gerando ambientes livres de acidentes e de doenças ocupacionais”, diz Cavalheiro. “Ao investir em boas práticas, as empresas criam um ambiente de trabalho mais positivo, promovendo o senso de pertencimento e aumentando a satisfação e o engajamento dos funcionários”, complementa o engenheiro.

%d blogueiros gostam disto: