Notícias Corporativas

Tecnologia e a cirurgia plástica andam lado a lado

O campo das cirurgias plásticas vive constante transformação impulsionada por avanços tecnológicos inovadores. À medida que as técnicas cirúrgicas evoluem e a demanda por procedimentos estéticos aumenta, a incorporação de tecnologias de última geração está redefinindo o cenário da área.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o Brasil é uma das nações com o maior número de procedimentos cirúrgicos estéticos realizados anualmente em todo o mundo. Somente em 2023, o órgão estima que mais de 2 milhões de procedimentos sejam realizados pelos brasileiros. A lipoaspiração seguida das próteses mamárias são os procedimentos cirúrgicos mais procurados pelos pacientes.

Esses dados ressaltam a crescente importância da inovação tecnológica no campo da cirurgia plástica, uma tendência evidenciada por clínicas que procuram adotar tecnologias de ponta para aprimorar os resultados de seus pacientes. As técnicas utilizadas incluem:

Câmara Hiperbárica: técnica para acelerar a recuperação pós-cirúrgica, reduzindo o inchaço e promovendo uma cicatrização mais rápida.

Argoplasma: é empregada para procedimentos de retração de pele e, quando possível, para minimizar cicatrizes de cirurgias de correção de flacidez, como a abdominoplastia, oferecendo melhores resultados de contorno corporal.

Safer: é uma tecnologia de emulsificação da gordura, ou seja, quebra a célula gordurosa, preparando previamente para uma lipoaspiração mais fluída e menos traumática no paciente, permitindo-se retirar uma gordura com mais qualidade.

Bodytite: a técnica possibilita procedimentos de contorno corporal minimamente invasivos, promovendo a firmeza da pele e uma remodelação corporal com cicatrizes menos visíveis.

Laser Qplus da Quanta System: é um laser inovador “all in one”, que possibilita inúmeros tratamentos com a emissão mais pura do laser em três diferentes comprimentos de onda. O laser se destaca no tratamento de lesões pigmentares, remoção de tatuagem, rejuvenescimento, lesões vasculares superficiais e se destaca no rejuvenescimento multinível da pele.

Piezo: faz pequenas fraturas na parte óssea e na cartilagem, sem machucar tecido adjacente. Muito utilizado em cirurgias de nariz, minimizando inchaços e edema.

“Acreditamos que a adoção dessas tecnologias contribui para uma abordagem mais avançada e eficaz em cirurgias de contorno corporal, beneficiando os pacientes com resultados melhores e processos de recuperação mais suaves”, ressalta Lucas Rezende, sócio e cirurgião da FVG Cirurgia Plástica, clínica instalada em Belo Horizonte.

%d blogueiros gostam disto: