Tecnologia

Estúdio Solo cria sommelier virtual com a Casa Valduga

Realizada entre os dias 12 e 14 de setembro deste ano em Bento Gonçalves, município localizado no Rio Grande do Sul que é conhecido popularmente como a capital brasileira da uva e do vinho, a quarta edição do Wine South America teve a participação de cerca de 360 marcas nacionais e internacionais.

Trata-se de uma das mais importantes feiras profissionais de vinhos da América Latina, tendo recebido, neste ano, segundo o site oficial do evento, mais de 7 mil visitantes entre varejistas, atacadistas, importadores, distribuidores, enófilos e demais profissionais do setor vitivinícola, auxiliando na prospecção de mais de R$ 50 milhões em negócios.

Na Serra Gaúcha está a tradicional vinícola Casa Valduga, pertencente ao Grupo Famiglia Valduga, que escolheu o evento para apresentar outra novidade: a Val, sua sommelier virtual. Durante os três dias de feira, Val interagiu com visitantes em totens no estande da marca, convidou-os à degustação e compartilhou experiências.

O objetivo da empresa foi trazer um elemento de inovação no segmento de vinhos e espumantes, promovendo uma experiência de degustação aos visitantes da feira, unindo o mundo real e digital. Val estreou oficialmente na Wine South America 2023 e, a partir de agora, também poderá ser encontrada nos canais oficiais do grupo.

O processo de criação da personagem

Para a criação da sua sommelier virtual, a marca contou com o trabalho da produtora de vídeos e animações gráficas Estúdio Solo, que já conquistou duas vezes a medalha de bronze no Brazil Design Award com projetos em 3D.

Guilherme Rohr, sócio e diretor executivo do Estúdio Solo, conta que todo o processo levou cerca de três meses e que o primeiro passo foi estudar os distintos públicos das marcas do Grupo Famiglia Valduga e definir os conceitos-chave que norteariam a criação da personagem virtual. A partir desses conceitos, as equipes de marketing e inovação da Famiglia Valduga e o time da Solo, determinaram a identidade da Val, como, por exemplo, ela ter descendência italiana, assim como a própria marca.

“Com base em sua origem, buscamos referências para construir suas feições, o formato do seu rosto e do seu corpo e para determinar o seu universo e a sua personalidade, para que as interações com as pessoas fossem coerentes”, explica Guilherme.

Segundo o diretor-executivo do Estúdio Solo, cerca de quinze profissionais trabalharam no desenvolvimento da personagem, que incluiu a modelagem em 3D, a composição de características do rosto e do corpo e a concepção dos seus cabelos, dentes e roupas. No processo final, de animação, a produtora utilizou a técnica de motion capture, na qual os movimentos de uma atriz real são gravados e transpostos para a personagem digital.

“Toda criação em 3D é sempre um desafio, há uma relação muito sensível entre prazo e qualidade. O realismo que conseguimos trazer para a Val em um prazo tão desafiador nos deixa muito orgulhosos do resultado obtido”, conclui.

Para saber mais e visualizar o vídeo case do processo de criação, basta acessar: https://solo.vc/portfolio/casavalduga/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: